22 de abril de 2009

USOS E COSTUMES ASSEMBLEIANOS: "CURIOSIDADES"

"Em seu livro 'A Igreja, o país e o mundo: desafios a uma fé engajada', o Bispo Anglicano Robson Cavalcanti, ao falar sobre questões culturais, e de forma mais específica, sobre a maneira das mulheres 'Assembleianas' se vestirem, nos diz o seguinte:



'Por que as mulheres da Assembleia de Deus no Brasil se vestem assim, quando em outros países do mundo, até mesmo da América Latina, não o fazem? É um costume da Assembleia de Deus no Brasil. Aí, você vai descobrir que essa denominação não começa no sul, mas no norte e no Nordeste, na zona rural. Converteram-se pessoas que vinha da Igreja Católica, da religião popular. E quem viveu no interior do Nordeste, nos anos de 40-60, percebe que a beata católica tinha como características não se pintar, usar cabelos longos presos e roupas longas. Tal costume, então, dessa denominação é, na verdade, uma absorção da cultura católica popular, que depois se tornou doutrina.' (CAVALCANTI, p. 145, 2000)



Penso que a questão não se limita apenas ao que foi colocado acima, mas também, ao processo de 'conversão à cultura dos missionários'.

No ano de 1946, o missionário sueco Otto Nelson (1891-1982), então presidente da Assembléia de Deus em São Cristovão, Rio de Janeiro, em sessão ordinária, deliberou o seguinte:

'1) Não será permitido a nenhuma irmã membro desta igreja raspar sobrancelhas, cabelo solto, cortado, tingido, permanente ou outras extravagâncias de penteado, conforme usa o mundo, mas que se penteiem simplesmente como convém às que professam a Cristo como Salvador e Rei.

2) Os vestidos devem ser suficientemente compridos para cobrir o corpo com todo pudor e modéstia, sem decotes exagerados e as mangas devem ser compridas.

3) Se recomenda às irmãs que usem meias, especialmente as esposas dos pastores, anciãos, diáconos, professoras de Escola dominical, e dos que cantam no coro ou tocam.

4) Esta resolução regerá também toda as congregações desta igreja.

5) As irmãs que não obedecerem ao que acima foi exposto serão desligadas da comunhão por um período de três meses. Terminando o prazo, e não havendo obedecido à resolução da igreja, serão cortadas definitivamente por pecado de rebelião.

6) Nenhuma irmã será aceita em comunhão se não obedecer a estas regras de boa moral, separação do mundo e um vida santa com Jesus. Estamos certos de que todas as irmãs que amam ao Senhor Jesus cumprirão, com gozo, o que foi resolvido pela igreja.

O Ministério'


(Fonte: Daniel, Silas. História da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil. Rio de Janeiro: CPAD, 2004. p. 219)

A resolução acima foi publicada no Mensageiro da Paz, gerando uma polêmica que culminou numa retratação, publicada na edição da 2ª quinzena de janeiro de 1947 do já citado jornal:


'AVISO

O Ministério da Assembléia de Deus no Rio de Janeiro deseja fazer público que, de acordo com a igreja, retira as regras publicadas no Mensageiro da Paz da 1ª quinzena de julho, estabelecidas para as irmãs membros da igreja, pois sem elas as irmãs obedecem a Palavra de Deus (grifo nosso).

O Ministério'

(Fonte: idem, p. 222)


O missionário Otto Nelson (foto) trabalhou também nos Estados de Alagoas (1915-1930) e Bahia (1930-1936). 'Por outro lado, apesar de as resoluções de São Cristovão terem sido atribuídas ao presbitério da igreja, sabe-se que Gunnar Vingren e Otto Nelson foram os missionários suecos mais rígidos em termos de vestimentas' (Ibdem, p. 220)


Diante de todas as questões que envolvem usos e costumes, a imposição de regras nos termos aqui expostos, não é o melhor caminho. Prefiro a promoção de uma tomada de consciência quanto ao bom senso e ao pudor, fundamentados nos princípios espirituais, éticos e morais da Santa Palavra de Deus.

fonte: http://www.altairgermano.com/2009/04/usos-e-costumes-assembleianos.html"

6 comentários:

paula disse...

fomos chamados para sermos livres,porque o Senhor nos libertou,acho que muitas regras que são impostas nas igrejas,nos tornan novamente escravos,penso que talvez nas cabeças destes lideres que impoem estas regras,o melhor é proibir do que explicar.acho que muitos temem em perder o controle da situação.
Algum tempo atráz era proibido ver televisão,eles proibiam,porque dava muito trabalho falar sobre isso,e eles de certa forma tinham seus membros sobre controle.
Tudo não passa de poder.
O homem desde que foi feito sempre quer reinar encima de outro.acho isso anti biblico,Jesus nunca se preocupou com isso,
claro que se deve ir pra reunião da igreja vestido descentimente,mas a se tornar escravos ,ai é outro asunto.....

ILZA disse...

olha meu amado irmão tenho uma grande dificuldade,em uso e costumes da igreja pq antigamente se pregava que a mulher não podia usar calça comprida,nem decote,nen bluda sem manga,nem joias e nem maquiagem,nem cortar cabelo e nem se depilar etc.
eu passei pra ADM e os pastores sempre exigindo tudo isso orei tanto pedindo a DEUS pra mim libertar de tudo isso,e DEUS me fez com q eu acostumasse com os usos e constumes da igreja,hoje tudo mudou o pastor ja prega dizendo q isso é crentisse q não tem problema nenhum,q as irmãs podem corta cabelos,vestir calça,decote,sem manga se pintar do jeito q quiser etc.pq diz ele q o importante é o coração ta limpo agora vá intender oq é certo ou errado e disse q isso não é biblico é doutrina do homem sendo q eles mesmos ja pregaram em deuterononimo 22.5 q fala sobre as vestes,e aí é certo ou errado a mulher fazer tudo isso pintar,maquiar,vestir calça cortar cabelo,tomar vinho,usar biquines etc de tudo....

Heitor disse...

Interessante que, prá "liberar geral" tem um bocado de crente que faz a vez de advogado do diabo : É duro escrever isso mas é verdade SIM. Eu já fiz várias pesquisas acerca disso no âmbito da Assembléia de Deus no Brasil e conclui que, NÃO É isso que tá fazendo com que a AD deixe de crescer e de impactar socialmente a nossa nação (Impacto Social = Creches, Asilos, Centros de Recuperação, Profissionalizantes, etc...). Antes éramos conhecidos principalmente como os crentes que oravam e pregavam nas ruas, praças, presídios e aonde estivesse. Ninguém é obrigado a ficar na AD, fica quem quer agora, se quiser ficar, seja autêntico pois a AD NÃO É melhor do que Denominação nenhuma e nem tem que imitar Denominação nenhuma. SIM, são nossos irmãos em Cristo e tbm almejam o Céu de Glória mas, se quisermos voltar a fazer a diferença prá glória de DEUS nesta nação e em outras - Via Missionários - Temos quem no mínimo, fazermos três coisas :
1° - 2ªCr.7:14 na íntegra ;
2° - Deixarmos a "balança diabólica" de lado : Se é um crente que é pobre, trata de uma forma, já se é um crente mais abastado financeiramente... É outro tratamento. ISSO TEM QUE ACABAR URGENTEMENTE !
3° - Sl.133 na íntegra : O mundo verá que CRISTO habita em nós se nos amarmos e andarmos unidos.

augusto disse...

Caros irmaos , congrego nas AD desde mnha conversao , aho ate legal abrir algumas coisas em fim , pelo fato de morarms em um pais no qualo clima e muito qunte en fim a moernidade toma conta emtodos os sentidos , mas uma readadetemn que ser dita o maiores pregadres e os os maoires mivimentos pentecstais esao nas ADS e por fim na minha opiniao as vestes fazem diferença sim no quisito difereniação e nao santidade , pois nao sabemos hoje quem sao rentes ou nao a menos que se identifique , e as vestes sao o cartao postal da AD . e com toda sinceridade nao diferente ? nao estou sendo grotesco a ponto de dizer que tenhamos qe andar de mangas comprdas se privar de tudo ,mas persverar na doutrina dos apostols e perseverar nos bons costumes alem d viver a luz da biblia .

Anônimo disse...

Caros e queridos irmãos, a verdade é uma só, os largados e oportunistas sempre colocam uma desculpa para definir que Deuteronomio 22:5 era coisa do passado, que os ensinamentos dos apóstolos são coisas do passado, que os ensinamentos dos nossos fundadores da AD, foi coisa do passado, se for ver bem a Bíblia é coisa do passado,ENTÃO QUE O NEO ASSEMBLEIANOS FAÇAM UMA BÍBLIA VERSÃO ATUAL, e abula tudo que tem na Bíblia normal, porque ela tembém foi escrita no passado!! Concordo plenamente com o irmão ai acima, nosso cartão postal são as vestimentas, ai agora pode tudo é uma festa!! eu sempre digo O CÉU É MUITO GRANDE PRA POUCA GENTE!

Cleison Brugger disse...

"Anônimo",
Gostaria de saber onde estamos "(des)cumprindo" Deuteronômio 22.5? e já que queres cumprir toda a lei, porque também não cumprir Dt. 23,13 ou 25.5?
Querido, ler a Bíblia é excelente, mas entendê-la é ainda melhor! O que foi ensinado no V.T. para Israel foi para Israel, salvo as leis morais de Deus (o Decálogo); e o que foi escrito pelos apóstolos no N.T. para a igreja, é para a igreja e, sinceramente, a respeito das "vestes", o único ensinamento que vejo no N.T. é para que as mulheres se vistam com modéstia e decência (2Tm. 2. 9,10) e nada mais. Não há padrões de "que roupa" vestir, mas de como se vestir.
Este é um dos males dos costumes: alguns os elevam ao grau doutrinário, quase lhe outorgando um valor salvífico. No céu, não haverão apenas assembleianos; Na verdade, nos surpreenderemos com as pessoas que veremos lá e só uma dica: não poderemos nos escandalizar no céu.

Paz.

Postar um comentário